sábado, 30 de abril de 2011

Seguindo nossas certezas



E  vamos caminhando, seguindo como quem tem certeza de onde vai chegar, como quem ve uma faixa enorme escrito "chegada" ou "fim", caminhamos...e isso importa.
Meu Deus, como somos vitoriosos! Até mesmo quando fracassamos somos vitoriosos, e tudo pela nossa capacidade de passar pelo fracasso e sairmos vivos, abalados...mas vivos... ofegantes, e mantendo-se nesta estrada estranha que é a vida, cheia de curvas...mas sempre caminhando, como quem sabe para onde vai.

Cristina Lira

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Perseverança


Sei..sei...
A vida não é fácil mesmo.
As vezes até parece que ninguém nos ouve e que nossa voz não chega ao céu!
Sei também que nossas estradas parecem se abrir em precipicios, e é tanta provação que nos toma o fôlego...mas...é preciso perseverar.
É preciso acreditar.
Ter fé!
Entender que nem tudo acontece segundo o tempo que queremos ou determinamos, alguns momentos seguem planos Superiores.
Perseverança... até rima com esperança, e se juntarmos as duas, nos moveremos de um jeito que ninguém nos irá fazer parar...
Persevere!!!

Cristina Lira




domingo, 24 de abril de 2011

Medo



Medo!

É o que não se pode ter

quando se quer ser feliz.


Cristina Lira

Entendo...



Alguns momentos não precisam de explicação, eles por si só já explicam tudo...

C.Lira

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Passagem



A palavra Páscoa significa passagem da escravidão para a liberdade.
Na qual, comemoramos também a passagem de Jesus Cristo da morte para a vida, do meio das trevas para o seio aconchegador da luz.
Que a exemplo de Jesus, possamos viver uma verdadeira Páscoa em nossas vidas, saindo das trevas que muitas vezes teimam em nos querer pra si, saindo da escravidão na qual muitos de nós somos lançados sem direito a alforra.
Que a Páscoa não seja apenas uma data comemorativa, mas que seja uma constante realidade em nossos dias, já que somos uma passagem que tudo em nós passe, mas que o Amor prevaleça sempre, não como estágio assintomático, mas como sentimento de doação pura...doação Santa, pois de tudo o que possuimos o Amor é o que podemos entregar sem medo de perdas, pois o amor é inesgotável.
Feliz Páscoa a todos vocês meus amigos, que o coração de cada um de nós seja semelhante ao de Jesus...manso e humilde...
Que tenhamos sempre Amor e Fé em nossos baús sentimentais que são o coração e nossas almas.

Beijos, abraços e chocolates...rs

Cristina Lira


 COMEMORAÇÃO
Estou feliz pelo Aniversário do Nando, do Blog Irmão das Estrelas .... ele que é um amigo, um anjo de DEUS.... Parabens antecipadooo Nando...xerooosssss mil pra ti... Te adoroooo!!!



quinta-feira, 21 de abril de 2011

Seguir em frente


Nenhuma queda é tão grande
quando se pode levantar...

Cristina Lira


Confissões nada discretas





Te quero por perto como o dia anseia pela presença do sol, assim como a terra seca suplica pela chuva, nem que seja aos respingos.
Te quero por perto...







Sua presença dispersa os nevoeiros cinza azulados do meu céu, e ilumina minha estrada escura como se fosse lamparinas postas em estacas no percurso de um caminho.



Quero respirar o mesmo ar que tu respiras, mesmo que seja um inebriante veneno, pois junto a este já vai o antídoto, despejado no teu beijo.








Quero
tua imagem
nos meus olhos...







Sua voz ressoando em meu ouvido... essa entoação celeste...







E tua pele como cobertor essencial da minha alma.... 



Cristina Lira



quarta-feira, 20 de abril de 2011

Amigos pela Fé - Anjos de Resgate


Quem me dará um ombro amigo
quando eu precisar?
E se eu cair, se eu vacilar,
quem vai me levantar?
 
Sou eu, quem vai ouvir você
quando o mundo não puder te entender
Foi Deus, quem te escolheu pra ser
o melhor amigo que eu pudesse ter
 
 
 Amigos, pra sempre
Dois Amigos que nasceram pela
Amigos, pra sempre
Para sempre amigos sim, se Deus quiser
 
 
Quem é que vai me acolher,
na minha indecisão
Se eu me perder pelo caminho
quem me dará a mão


Foi Deus, quem consagrou você e eu
para sermos bons amigos, num só coração
Por isso eu estarei aqui
quando tudo parecer sem solução
 
 
Peço a Deus que te guarde
(que te guarde, abençoe e mostre a sua face)
E te dê a sua Paz.


 

Despertando...






terça-feira, 19 de abril de 2011

Cuidando de mim



Não me aprisione, não guarde meus braços onde eu não possa alcançar, não quero uma
Prisão
Um lugar invertido
Não quero um caos de indecisões
Solte minhas mãos, solte-me... já aprendi a andar, e já arrisco a voar.
Não imagine que estarei sempre contando as horas e soprando no vento.
Nunca pisei nos rastros dos outros, porque quero meus próprios rastros.
Não pretendo parar, não se anteponha a minha frente, não se pode conter as ondas turbulentas que escapam dos mares, não tente me conter...
Apenas acompanhe, observe, como sei sair sozinha, como sei debochar sozinha, de todas as prisões que tentam me jogar.
Eu sei, sou ultrapassada para esta época, mas quem disse que quero acompanhar o tempo, muito mais que isso, quero vive-lo...solte minhas mãos, eu sei andar, observe como isso acontece, você se espantará, quando me ver caminhar. Engana-se com minha garra, com minha capacidade. Solte meus braços, sei lança-los adiante do que quero.
Não me aponte as estradas, isso me irrita, sou tão ignorante quanto petulante. Agressiva, enjoativa... e tantos outros jeitos de ser quando quero fazer tudo ao meu modo, não me sufoque, quero respirar por mim mesma, quero fazer o que sei, dispenso os manuais de instruções, na verdade odeio manuais de instruções.
Sei como andar, sei como cair... observe, agora, como sei levantar, observe minha facilidade... não tome meus sonhos, não tome meu ar.... posso ser os acúleos das rosas, ou a própria rosa, depende de como você me toca.... e do espaço que me sede.
Se me empurrar, veja só, observe em câmera lenta, como sei levantar, sou feita de muitas quedas, e em todas elas tenho o ponto exato do equilíbrio.
Não aprisione meus desejos e anseios, vou pega-los caso os roube de mim, não estou tratando de acordos, jamais faço acordos, meu único acordo sou eu...
Não... não mesmo fico quieta, faço barulho e muito, tente me deter, tente intervir e bloquear a estrada que estou passando, de brisa a tornado, sou tudo e mais um pouco, não pise na arena se não conhece as regras, não jogue com as táticas absurdas das guerras.
Mas com tudo isso, sei me levantar, observe apenas e se assuste... depois que me ergo não posso parar, e é melhor não estar em meu caminho quando erguer meu olhar.
Mas entenda, só quero cuidar de mim, antes que os estilhaços se espalhem e me seja impossível juntar todas as partes.

Cristina Lira


Não deixe que te roubem de ti


Não permita que os outros tomem decisões por você, e que até sejam sua voz. 
Não permita que seja de outros os rastros dos teus passos e o som do teu sorriso.
Limite-se a impor limites.
Não chore por motivos vazios.
Sorria sem motivo, não acostume-se a ideia de que para ser feliz é preciso de que alguém venha e te faça feliz. As pessoas completam nossa felicidade, pois parte dela já é formada em nós, por que parte dela somos nós.
Não deixe que te manipule, que te comande...
Não faça do seu ouvido um armazém para palavras insensíveis, guarde apenas os bons sons e os reproduza sempre que possivel.
Use de delicadeza e amor até para com os mais humanamente inflexiveis, não se contamine com a tristeza, seja fonte de alegria, ou pelo menos tente ser, e se não conseguir...não tem problema... amanha é um novo dia, um novo momento, com novas chances...
Que teus passos deixem marcas firmes no solo, para que outros ao te ver acertar te sigam também.
Que teu sorriso mostre além de uma boa expressão facial, que conte segredos a alma dos tristes, para que eles, encorajados, possam sorrir também.
Que suas palavras acalentem, emocionem e defendam os que estão a sua volta, com sabedoria.
Que seu abraço seja aconchegador para os que dele precisarem.
Mas em momento algum se torne escravo daqueles que idealizam a felicidade as custas da tristeza alheia.
Se chorar... que possa ser de alegria.
Se a revolta te pesar que seja em prol da proteção de um inocente.
Quando o amor a ti se achegar não o guarde em ti, mas o distribua por completo, e sempre o encontrará em maior quantidade, pois o amor não se esgota, e nem nós nos esgotamos em usa-lo.

Não deixe que te roubem de ti...antes seja doação...

Cristina Lira


Meus sons

Das palavras que falo
São com sons de sentimentos
Não questione, se conseguir aceita-las,
Não queira saber o significado,
se as consegue vivenciar..
Meus sons falam de mim
Em cada palavra articulada
E até nas ditas por engano
por que minhas palavras sou eu
Me reproduzindo em outro estado
Além do que podem me ver
Não questione os "porques"
Se conseguir me ouvir, me ouça então...
Isso, já é suficiente!



Cristina Lira




Ilhas


Despi das janelas o zefir e avistei as embarcações que chegavam no balneário, corri...desci as escadas e fui de encontro as mercadorias trazidas, a minha havia ficado no alto mar, e para ir de encontro ao meu querer, zarpei em destino quase escrito, mas ao perceber que o pacote estava numa ilha, se escarneceu meu espírito só em imaginar no lugar isolado que meus pés pisariam, na inquietude da minha alma voltei sem o que queria mas para onde devia estar...longe de ilhas...

Cristina lira

Procurando motivos



Sobe e desce
Corre e se cansa
Se esvazia e se preenche
Faz e desfaz as malas
E ainda jaz
o vazio
em seu peito...

Cristina Lira

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Descoberta



Ele queria entender o segredo da vida, e de tanto que quis morreu, os dias se passaram, e o segredo não conheceu, até que cerrou os olhos e se tornou o próprio segredo que tanto procurara.


Cristina Lira

Segredos...



Todo mundo tem guardado
um segredo enraizado,
que não desaflora
pra ninguem...
Cristina Lira
 

Hipnose


E este crepúsculo de hoje está mais escuro que ultimamente, e banhado por um ar medieval. O vento até parece ter cor, e o balancear das árvores está modificado. De uma hora para outra o tempo se mostrou primitivo, me deixando a sensação de que ele é o mesmo, apenas eu é que mudei.

Cristina Lira



sábado, 16 de abril de 2011

Excluidos!



Eles caminham em passos cegos,
nas esquinas do tempo
e dos templos,
em ruínas.
Eles são as sombras,
os temidos...
os que sempre devem
abafar seus gemidos.
Excluídos!!!
Ninguém caminha nos rastros
dos seus passos,
que são apagados,
como inscrições nas areias do deserto.
Banalizados...
não lhes dão oportunidade.
Reprimidos!
Excluídos!!!

Cristina Lira


Amor verdadeiro


Por Lidiane Medeiros

Este texto é de autoria de uma amiga sensível ao maior de todos os sentimentos, o Amor.
Bjos Lidiane... obrigada pelo texto que já está entre meus momentos de silêncio e meditação...


Quando amamos realmente alguém, somos capazes de doar nossa vida pelo outro, pois o amor é incondicional.
Poetas, filósofos e romancistas ainda não são capazes de decifrar o enigma  do amor...
Amar é, conjugar seus sonhos aos dos amado e viver em conflito com si mesma, e realizar seus desejos mais absurdos, pois o amor não tem fronteiras, e sim portas para a janela da alma.
Lidiane Medeiros 


quarta-feira, 13 de abril de 2011

Convicção





O melhor?
Ainda está por vir...e como está!

Cristina Lira


Erupções



Por que na verdade sou
A cruz onde se atiram as pedras
O prisioneiro inocente condenado
A face calada pela mascara de ferro
Sou a terra onde se jogam os defuntos
O rio condenado a seca
Sou a particula esmagada por várias toneladas, vindas de todas as direções.
A alegria me é furtada pela tristeza
O cômico pela desdenhesa
Sou sol e lua em tempos de eclipse
A arvore exageradamente podada sem piedade
Sou o passatempo favorito da morte
Enquanto me ponho a correr na esteira da vida

Cristina Lira




Ondas que engolem


Ondas gigantes carregaram minha tripulação, e afogaram a embarcação.
Ondas gigantes engoliram tudo e depois vomitaram nas costas do mar, depois arremessaram na areia o que lhe pesava.
Gigantes eram as ondas que afogaram minha embarcação.
Mas eu conheço os mares. Eu sou pirata.


Cristina Lira


terça-feira, 12 de abril de 2011

Esperando....




Esperando...
Talvez que os pólos não sejam os mesmos
Que as cores não desbotem tanto... esperando que o amor seja visível aos desejosos em senti-lo, esperando e esperando...ouvindo canções portuárias e melodias com todas as notas...
Esperando os respingos da esperança que caem, cada vez que se espera, sem saber exatamente o que...

Cristina lira


sábado, 9 de abril de 2011

Fazer nada!!!!



Parar no tempo e fazer...exatamente nada!
É isso aí!
Fazer nada é uma tarefa prazerosa, e as vezes merecida, principalmente por quem já faz de tudo.
É quase uma terapia, uma forma de se reestruturar.
Tempo pra gastar apenas respirando nossa existência.

Cristina Lira


Folhas amareladas



A folha amarelada
Se destaca do galho
Rodopia resistente
Surfa nas ondas do vento
E depois cai no chão


E assim irão cair
Todas as folhas da velha árvore
Ao passo que outras
Surgirão em substituição


Somos folhas verdes
Nos galhos da árvore da vida
E um dia desbotaremos
Rodopiaremos resistentes
E cairemos no chão...


Cristina Lira


Pausando...



As vezes minha cabeça borbulha de ideias.
Ferve em pensamentos e inúmeros projetos.
Outras vezes... meu desejo é de ter apenas um pacote se salgados em mãos, um pote de iorgute ou sorvete, seguido por um programa de tv, qualquer um... por vezes é tudo que desejo.
E desfilar pela casa com meu velho pijama, fazendo inveja as moléculas agitadas da vida.

Cristina Lira


Dos desejos...



Dos meus desejos ingênuos
Tudo que quero é ser teu oxigênio...

Cristina lira


sexta-feira, 8 de abril de 2011

Secura...


Uma voz grita forte no meu peito. Igual a de um prisioneiro aos berros, de boca seca, clamando ajuda. Igual ao grito final de uma pessoa assassinada.
Uma voz grita porque não quer ficar calada, sufoca...toma o ar.
Grita, igual nos pesadelos que nos fazem ficar ofegantes, onde se grita e a voz não sai. O clamor do meu peito é por Justiça e um mundo de Paz.

Cristina Lira



segunda-feira, 4 de abril de 2011

Aos Homens



Apesar de receberem comentários  de serem todos iguais, bem sabemos que não o são.
Cada Homem é particular em sua existência.
E as vezes até são esquecidos entre as homenagens que recheiam os anos de datas comemorativas.
Homens são esses seres especiais. 
Existem os fortes, e os extremamente fortes.
Os frágeis...os delicados.
Os de palavras doces, que soam aos nossos ouvidos como que canções elaboradas pela própria primavera.
Fazem parte de nossas vidas em diferentes situações.
Homens heróis...nossos pais.
Homens que nos encantam, que fazem sonhar, que dão o ar da graça nos contos de fadas e nos romances da vida real.
Homens ombro amigo, como nossos irmãos, que as vezes se comportam como " pega no pé".
Homens irmãos do coração, são os amigos, e como é valiosa a amizade de todos vocês!
Homens, as vezes saem do papel de humanos e assumem forma divina.
São fortalezas gigantescas, e cheias de sentimentos.
Riem, choram, se emocionam, se estressam, se apaixonam e escrevem cartas de amor. São poéticos, e como são! Os homens sábios compreendem a importância da mulher em suas vidas, afinal a primeira morada que tiveram foi o ventre de uma mulher.
Uma mulher sábia, entende o quanto eles são importantes e o quanto é aconchegante um afago de seus braços. Uma palavra de apoio de seus lábios.
Homens e mulheres de mãos dadas são o ponto onde o Universo se equilibra.

Homem que nasce menino
Quando menino já quer ser homem
Carrega a brandura do verão
E um efeito boreal 
Aos que abraça com o coração
Carrega também no peito o arco guerreiro
E nas mãos um escudo
E atrás de suas muralhas
Tem sempre uma paixão guardada
Um amor
Que as vezes lhe faz rir
Que as vezes lhe trás dor
Caminha como passos de um batalhão
E deixa rastros de brisa
Homens
louvado seja o criador por vossa vida.
Um Homem é sempre maior
quando se ajoelha...não de corpo, mas de alma.


Beijos carinhosos a todos os Homens de minha vida, a todos os homens apaixonantes deste blog. Meu abraço carinhoso a vocês que animam o mundo e a nós mulheres pelo simples fato de sua existencia.
Bençãos e abraços!

Cristina lira





sábado, 2 de abril de 2011

Páginas da vida

Não fossem os marcadores, algumas páginas da minha vida estariam  perdidas. 
Todas as páginas, alegres ou tristes... todas elas sou eu, perde-las traria-me grande vazio...
Contento-me portanto em vira-las apenas, mas jamais as rasgo, move-me a curiosidade de saber os próximos capítulos ...

Cristina Lira



P.S.: Olá meus queridos, minha irmã é a mais recente integrante da blogosfera, com os blogs Cartas de um coração, e Deus em minha alma se tiverem um tempinho, o endereço é o seguinte:

http://deusemminhaalma.blogspot.com/
Bjos a todos!!!


Moreno


Moreno...moreno...
Se fosses um veneno
Serias dos mais doces
Moreno mortal
De encanto fatal
Quando minha natureza encontra com a tua
Desenha-se em minha mente toda uma cinematografia
Um roteiro sem cortes
Quisera ser assim os meus dias
Moreno..moreno...de sorriso meio termo...

Cristina Lira

O som do violino


Uma das cenas mais lindas que já vi até hoje?
Era umas 13 horas, eu estava vindo da  pós-graduação em Educação Ambiental, e entre o som das buzinadas e das vozeiradas, um som em especial me encantou... Comecei a andar mais devagar, e vi um senhor, sentado na frente de sua casa, aparentemente de uns oitenta anos de idade,  tocava divinamente um violino, e em meio ao som da música, seus cabelos brancos intactos, quase denunciavam o que se passava em sua mente.
Fiquei encantada, uma melodia perfeita, uma cena inesquecível. E o senhor, em sua cadeira de balanço com seu violino, me fez esquecer o sol escaldante daquela tarde de verão e acalmou-se em mim a pressa do andar...esta cena me fez refletir sobre várias situações, e como refleti!
Interessante, em meio a toda aquela correria e agitação, ele parecia saber o tom certo a usar para cativar os necessitados de calma.

Por Cristina Lira


sexta-feira, 1 de abril de 2011

Esqueci de sonhar


Existem horas que esquecemos até de sonhar, dormimos...mas sonhar que é bom...nada.
E o dormir é quase um ato de desmaio e não um ciclo do dia
Tem dias que esquecemos de nós!

C.Lira