domingo, 2 de abril de 2017

Esconder-se com a felicidade


Hoje fiquei escondida próxima a uma árvore
Respirando inacreditável
A felicidade, que, por instantes invadiu meu ser.
Quem me dera fosse eterno
Fecho os olhos e desejo
Mas sei, que depois que levantar
A orquestra barulhenta do dia vai me agitar
E me restará aproveitar
Cada dose minuciosa de felicidade que aparecer.

Cristina Lira



Nenhum comentário:

Postar um comentário